NOVIDADES
Carrosséis — É interessante

O uso das atracções aumenta a sua auto-confiança

Recentemente, cientistas britânicos fizeram uma pesquisa muito interessante. Demonstraram de forma convincente que, se você quer quiser que o seu filho se torne mais sociável e confiante, deve ir mais vezes com ele às diversas atracções recreativas oferecidas pelo meio. Os cientistas da empresa de consultoria “Davis Lewis” descobriram que as visitas aos parques contribuíam para o crescimento do seu nível de sociabilidade e auto-confiança. Os investigadores deste consultor, realizaram uma pesquisa entre um grande número de jovens de ambos os sexos e idades, variando dos 18 aos 20 anos, a fim de esclarecer como as memórias de infância influenciaram o desenvolvimento da sua personalidade e que factos foram factores decisivos para o actual nível de sucesso de sociabilidade (noutras palavras, a aquisição de boas práticas de comunicação e auto-confiança).

Após a análise dos questionários, os pesquisadores observaram que a maioria dos entrevistados, cujas memórias de infância foram felizes, pertencia a esta categoria de pessoas seguras, sociáveis e socialmente adaptadas. Por outro lado, aqueles cujas memórias de infância eram tristes e pesarosas, são, na maior parte, pessoas reservadas, com baixa auto-confiança e solitárias. Posteriormente, os cientistas analisaram os componentes dessas “memórias da infância feliz”. 98% dos entrevistados relataram que as memórias mais presentes são as de repouso e lazer. O repouso familiar é, aparentemente, elemento essencial do “banco de memórias” e, não há dúvida de que estas têm uma influência decisiva sobre o grau de sociabilidade das pessoas. Na criação de tais memórias foi estudado, em detalhe, o papel desempenhado pelas atracções em parques temáticos e a recriação de todos os tipos, visitados pelos inquiridos durante a sua infância. Assim, observou-se que dois terços dos inquiridos, mais feliz e confiante, foram aqueles que evocaram a visita com a família a parques e atracções de lazer entre as melhores lembranças de sua infância e passatempos da família. Dr. Davis Lewis examinou, em detalhe, qual a mistura de emoções que a experiência deixou nas crianças durante os passeios. Estas são uma mistura de paixão e medo ao mesmo tempo, resultando num efeito inesquecível de “um doce sentimento de horror”. O médico diz que este “treino emocional” produz um efeito único, completamente positivo e duradouro, permitindo que as crianças superem os seus medos, aumentando a sua auto-estima e fazendo-os sentir mais confiantes e felizes.